Páginas

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

As vaginas mais impressionantes da história

Algumas carregam peso, outras tocam instrumentos e outras nem mesmo existem. Confira as histórias mais estranhas envolvendo as partes íntimas femininas



Quando comecei a escrever essa matéria fiquei pensando que vagina não era um nome tão bonitinho. Mas é um dos poucos publicáveis, então vai esse mesmo.



Se você tem uma vagina ou é apenas um interessado nessa parte tão essencial da anatomia feminina, esse post foi feito para você. Aqui estão onze histórias impressionantes envolvendo vaginas alheias. Confira.




A garota com duas vaginas

Aos 25 anos, Lauren Williams descobriu que tinha 2 cérvices, dois úteros e duas vaginas. Isso mesmo. Duas deveria significar prazer em dobro, certo? Bem, a coisa não era bem assim... Segundo Lauren, a vagina que ela estava usando tinha metade do tamanho de uma normal e por isso sentia muita dor. Por que ela não passou a usar a outra então??? Após a descoberta, a jovem fez uma cirurgia e passou a ter uma vida normal e sem dores nas relações.





A que não tinha vagina


Enquanto algumas têm demais, outras não têm nada. “Susan” nasceu sem vagina. Esse fato, na verdade, não é tão raro assim e acontece com uma a cada 4.000 mulheres. Mas como isso funciona? Externamente, a área genital é perfeitamente normal - clitórios, lábios, uretra, tudo em seus devidos lugares. Mas onde a vagina deveria estar, há apenas uma pequena cova, uma ondulação. Algumas optam por cirurgia. Susan, por sua vez, conseguiu criar sua própria vagina, através de uma técnica de compressão e dilatação. Ahn? Fiquei curiosa para saber como é isso...


A de maior kilometragem

O recorde mundial de sexo grupal pertence a atriz pornô Lisa Sparxxx. Ela fez sexo com 919 homens em um dia, batendo a antiga marca de Annabel Chong, que havia transado com 620 em 24 horas.









Lisa Sparxxx

A mãezona

A mulher com maior número de filhos é a esposa de Feodor Vassilyev e tem o nome desconhecido. Num total de 27 partos, ocorridos entre 1725 e 1765, ela deu à luz 16 pares de gêmeos, 7 trigêmeos e 4 quadrigêmeos, ou seja, a mulher literalmente fez um 69! De todos os filhos, 67 sobreviveram até à adolescência.



A mais forte Tatiata Kozhevnikova começou a exercitar os músculos de sua vagina depois de sentir que eles estavam ficando meio flácidos, devido a uma gravidez. Depois de tanta malhação, a moça passou a levantar cerca de 14 kilos com sua menina, sendo considerada pelo Guinness (o livro dos recordes) como a dona da vagina mais forte do mundo.


Tatiata Kozhevnikova

A insaciável

Após sofrer um acidente que machucou um nervo em sua pélvis, Joleen Baughman passou a sentir um desejo sexual incontrolável. Diagnosticada com a “Síndrome da Excitação Sexual Persistente”, a americana fica excitada enquanto está sentada no ônibus, curvando-se ou simplesmente andando pela rua.



A mais cabeluda

Maoni Vi da Cidade do Cabo (uh! Nome bastante sugestivo...), Africa do Sul, tinha pêlos pubianos que mediam cerca de 71 cm. Será que ela fazia trancinhas?


O maior clitóris

São vários os registros sobre clitóris de tamanhos anormais. O recorde é citado por W.Francis Benedict, em seu livro “The sexual anatomy of women”. Segundo ele o maior clitóris humano mediria cerca de 31 centímetros. É, maior que a ferramenta de muito carinha por aí...



A de maior capacidade


Você sabia que a vagina humana pode dobrar de tamanho para “acolher seus visitantes”? Foi pensando nisso que um homem chamado Walter (o site não traz outras informações sobre ele...) resolveu fazer uma experiência. Sua idéia era introduzir vários xelins (moeda inglesa que era equivalente a 5 pence, atualmente extinta) na vagina de uma mulher e testar sua capacidade. A voluntária chamava-se Nellie e foram colocadas, ao todo, 84 moedas. Ela é praticamente um cofrinho! “Trinfunte, ela andou pela sala, sem que nenhuma moeda caísse”, disse Walter.




Nos dias de hoje, em que as pessoas são constantemente assaltadas, essa técnica pode ser bastante útil. Só fico imaginando o trabalho que deve dar pra tirar tanta moeda...



A mais artística
Amy Watson consegue tocar o kazoo - tipo de brinquedo musical de sopro – com a sua vagina. E a sua, vai apresentar o que no próximo show de talentos?








A maior Anna Swan (1846-1888) é tida como a dona da maior vagina já registrada na história. Aos 19 anos, a escocesa já media 2,37 metros! Anna se casou com o capitão Martin Bates, que media singelos 2,20. É claro que o filho desse casal não seria pequeno. Em 18 de junho de 1879, ela deu à luz ao maior bebê da história, que pesava 11,7 kg e media 86 cm de comprimento. A cabeça da criança tinha uma circunferência de aproximadamente 48 cm! Para o bebê sair, a vagina de Anna dilatou cerca de 15cm (a dilatação normal é de 10cm).




Anna e seu marido perto de uma pessoa de tamanho "normal"







12 comentários:

Ennio disse...

Morrendo de rir aqui com essas histórias!
Parabéns pelo blog!

P.S.: Ainda não estou acreditando na mulher do video... anyway...rsrs

bjos

Ju Afonso disse...

Além do vídeo (meu Deus, onde vc acha essas coisas? Hahahahaha), não tem nada mais engraçado do que "ela conseguiu criar sua própria vagina"? Heim? Como assim?

Ótima materia!
Beijos!

Rafaela Freitas disse...

Porra! 31 cm? Isso não é um clitóris, é um pinto! Bom... mas feliz da moça, né? Vai ser difícil achar um homem que não vai conseguir achar a barra de rolagem do mouse dela.

Ana Flávia disse...

hahahahaha, adorei Rafa!
O problema é ele comparar o tamanho das coisas...

Anonymous disse...

o que poderá acontecer,se uma mulher com um clitóris de 31 cm,introduzir ele no anús de uma pessoa,que risco á pessoa correrá ou o que poderá acontecer com á pessoa,que está sendo estrupada por essa mulher,ela corre risco de vida

Anonymous disse...

eu gostaria de experimentar um clitóris desse,só pra ver se dói mesmo,pagaria qualquer preço para ver um, e ainda deixaria ela me estrupar,o duro é explicar que uma mulher fez esse estrago todo num homem,e minhas pregas para onde vão depois dessa. Duarte

Anônimo disse...

que bizarro !!!!

Anônimo disse...

Meu q bizarro! velho na boa muito ridículo...

Anônimo disse...

E a mulher q consegue trocar e tocar instrumentos musicais com a vagina...

Anônimo disse...

Muito loko...
Esse blog é d+...

Anônimo disse...

muito loko o video

Anônimo disse...

26. MÃE MAIS JOVEM







A peruana Lina Medina, nasceu dia 27 de setembro de 1933, em Ticrapo, no Peru, e recebeu o título de mãe mais jovem do mundo, dando a luz a um menino de 2,72 Kilos por cesariana, em 14 de Maio de 1939, aos 05 anos de idade, após ter menstruado aos 03 anos! Muito chocante! Embora nunca tenha revelado o nome do pai de seu filho, há rumores de que tenha ocorrido um incesto
26. MÃE MAIS JOVEM







A peruana Lina Medina, nasceu dia 27 de setembro de 1933, em Ticrapo, no Peru, e recebeu o título de mãe mais jovem do mundo, dando a luz a um menino de 2,72 Kilos por cesariana, em 14 de Maio de 1939, aos 05 anos de idade, após ter menstruado aos 03 anos! Muito chocante! Embora nunca tenha revelado o nome do pai de seu filho, há rumores de que tenha ocorrido um incesto

Postar um comentário